Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nenúfar

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

Nenúfar

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

24.07.20, Nenúfar

 

Coisas que o Covid me ensinou:

A ser paciente. Sempre disse, e às vezes, de boca cheia que não tenho paciência.
Pois, aprendi a ter. Principalmente comigo.
Percebi que muito da minha guerra com o mundo se deve à minha falta de paciência. A querer as coisas à minha maneira.
Não sendo eu a dona da verdade nem da razão, aprendi (ainda estou a aprender) a controlar as minhas emoções.
A saber reagir aos outros. A saber aceitar que nem sempre as coisas vão correr como quero. E que a palavra de ordem é mesmo paciência.
Ao colocar em prática "a minha paciência" mudei / estou a mudar a minha forma de interagir com os demais. O que até agora se tem mostrado benéfico.

A cuidar mais de mim. Do meu corpo. Da minha saúde física e também mental. Voltei a colocar em prática uma teoria que não é minha, mas que adotei há uns anos e que agora me volta a fazer sentido. Desdramatizar. Faz-me sentido, é bom para mim: aceito. Não faz, rejeito.
Aceitei que o meu mundo não existe. Existe apenas este em que vivo. E não é perfeito. Tal como eu não sou. Mas enquanto cá estou, alguma coisa hei-de fazer para o tornar / me tornar menos imperfeito(a).

E aprendi a aceitar-me como sou e aos outros como são.

Ainda tenho muito para aprender.
Um dia de cada vez. Um passo de cada vez.

Patrícia

1 comentário

Comentar post